Início » Literatura » Axilas e Outras Histórias Indecorosas

Axilas e Outras Histórias Indecorosas

Bom, venho aqui manifestar a minha condição de fã de Rubem Fonseca. Tenho uma estante cheia de livros dele e assim que soube desses dois lançamentos encomendei sem pestanejar. Eles foram lançados nessa FLIP, mas nem eu ou o autor fomos nesse evento marromeno, então tive que comprar em pré-venda na Saraiva. Uma hora dessas eles chegam por aqui em casa.

Axilas e Outras Histórias Indecorosas” reúne 18 contos que mesclam humor, violência e sexo, marcas temáticas do autor.

A referência ao próprio mundo literário, outra das obsessões do autor, também marca a coletânea. O conto “Axilas”, por exemplo, remete à trama de “Uns Braços”, de Machado de Assis.

Fonseca também resgata um antigo personagem, o detetive Guedes (do romance “Bufo & Spallanzani”), nos contos “Janela sem Cortina” e “Mordida”.

Sinopse: Os contos de “Axilas e Outras Histórias Indecorosas” revelam uma obsessão com a decadência física e com a deficiência em suas mais variadas formas, sempre percebidas por personagens impiedosos consigo mesmos e principalmente com os demais.

Fugindo de soluções fáceis, as ágeis narrativas deste livro surpreendem por apresentar uma mescla perfeita de humor e crueldade, temperadas com passagens bem politicamente incorretas…

216 páginas

O outro lançamento do autor, “José“, é uma novela curta de tom memorialístico.

A história narra a juventude do personagem-título, um estudante apaixonado pelos livros e pelas mulheres.

Sinopse: José, personagem que dá título à mais recente novela de Rubem Fonseca, desde menino é apaixonado por literatura. Leitor incansável de romances policiais, ele começa a digitar suas primeiras palavras em uma máquina Underwood. A motivação pela escrita, além de propiciar as fantasias da infância, também o ajudou em momentos difíceis da vida adulta e o tornou escritor de obras corajosas, que diziam ‘o que era proibido de ser dito’. José é um livro que une a fluidez da narrativa fonsequiana a descrições pormenorizadas das lembranças do protagonista. Texto que nos leva ao passado para deliciarmo-nos dele, mas sem grandes nostalgias.

160 páginas

A obra de Rubem Fonseca começou a ser editada pelo selo Agir, da Ediouro Publicações, em 2009.

No ano seguinte, os livros migraram para a Nova Fronteira, também da Ediouro.

Literatura

Nenhum Comentário to “Axilas e Outras Histórias Indecorosas”

Leave a Reply

(obrigatório)

(obrigatório)